Bibliografia do Bimestre

Nossas atitudes nos aproximam ou nos distanciam de Deus

COSENDEY, Geraldo Gomes.

CaratingaAssociação Dom Carloto Edições e

       Impressos, 2024

Este material pretende nos levar a contemplar questionamentos de nossas ações do dia a dia, se elas nos aproximam ou distanciam de Deus. O autor sagrado demonstra que a Sagrada Escritura e seus grandes personagens passaram por essa mesma experiência de busca, questionamentos e quer nos levar a perceber que, é a partir destes grandes homens da Bíblia que se nos abrirão perspectivas de respostas aos nossos questionamentos. Por isso, esse material nos quer lembrar alguns fatos do passado, que poderão nos ajudar a ler o presente e ver de qual lado da história estamos caminhando. Se do lado do verdadeiro seguimento a Jesus Cristo, ou do lado dos nossos próprios interesses.


Pastoral do Dízimo:

Reflexões e sugestões

QUIRINO, Pe. Ademilson Tadeu

Caratinga,

         Edição do autor, 2024.

Este subsídio sobre a Pastoral da Partilha traz reflexões, orientações e propostas para a implantação e acompanhamento dos agentes da Pastoral do Dízimo nas paróquias e comunidades. Foi pensando em todos aqueles que acreditam na partilha dos bens e contribuem com o crescimento da comunidade que este material surgiu. Fruto de uma longa reflexão sobre a Pastoral do Dízimo, creio que muito ajudará os coordenadores e agentes missionários do dízimo em seus trabalhos. Procurei fazer uma pesquisa séria com fundamentos históricos, bíblicos, teológicos e pastorais para melhor ajudar as nossas comunidades eclesiais. O mais importante é que procuro contemplar quase na íntegra o documento 106, da CNBB, que fala sobre "o dízimo na comunidade de fé: orientações e propostas". Faço votos que você, agente missionário da Pastoral do Dízimo, faça bom uso deste material. Aqui não está tudo, mas o necessário para você continuar trabalhando e orientando os dizimistas de sua comunidade.


Cartas do Concílio

Homenagem ao Padre Paschoal Rangel

RANGEL, Cláudio.

Niterói, Editora Itapuca, 2024.

Há alguns anos tomei conhecimento, em uma conversa de família, que o Padre Paschoal Rangel (SDN), havia participado do Concílio Ecumênico Vaticano II, como assessor do Bispo de Caratinga (MG), Dom José Eugênio Corrêa. O Padre Paschoal Rangel foi, possivelmente, o único jornalista brasileiro que resenhou mais substancialmente os acontecimentos em determinada fase do Concílio.