MANHUMIRIM CENTENÁRIA

Em 1928, caminhando pela Diocese de Caratinga-MG, o Servo de Deus, Júlio Maria De Lombaerde, conheceu a pequena Manhumirim e se encantou com o lugar bucólico, entre as montanhas mineiras. “Ao passar por Manhumirim, algo me atraiu a este lugarejo... encaixado entre montanhas... vi que a cidade era a paragem escolhida por Deus. É isto o que desejo: quero que o meu Seminário seja erguido por entre dificuldades mil, para chamar as bênçãos de Deus”.

Por aqui ficou e fincou as bases de grandiosos projetos, dentre eles, a fundação da Congregação dos Missionários de Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento.

A Congregação cresceu, ultrapassou os limites das montanhas mineiras.

Saíram os missionários, mas a Congregação nunca saiu. Permaneceu!

Aqui mantém a sede, a Casa-Mãe, a residência do Superior Geral, o local de reuniões do Governo Geral, bem como, dos muitos encontros congregacionais e o local do descanso definitivo de diversos missionários que aqui recebem a digna sepultura.

É com satisfação que a Congregação dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora, festeja o seu berço, a centenária cidade, porque faz parte de sua história, porque trabalha e participa de sua vida, a vida de seus cidadãos/ãs, oferecendo-lhes o que há de melhor para que como cidade cresça e ocupe sempre um lugar de destaque no cenário nacional e na sociedade mineira.

Manhumirim, terra do Bom Jesus, cidade do Pe. Júlio Maria, sede dos missionários da Eucaristia e da Virgem Maria.

Nossa gratidão, nossa admiração, nosso afeto e reconhecimento.

Nossos votos de progresso e desenvolvimento!

Nossas preces e cumprimentos.

Parabéns, Manhumirim Centenária.